Skip to main content

Instituto para Economia e Paz


A paz é mais do que apenas a ausência de violência. A paz é garantir que haja justiça para todos.


O Rotary formou parceria com o Instituto para Economia e Paz (IEP), entidade líder em estudos sobre paz e conflitos, para ajudar a resolver as causas profundas dos conflitos e criar condições que promovam a paz. 

O instituto identificou oito fatores que levam à paz positiva:

  1. Baixos níveis de corrupção
  2. Aceitação dos direitos das outras pessoas
  3. Livre fluxo de informação
  4. Sólido ambiente de negócios
  5. Níveis elevados de capital humano
  6. Distribuição equitativa de recursos
  7. Boas relações com os países vizinhos
  8. Governo com boa administração

Os programas do Rotary, construídos com base na Paz Positiva, serão uma contribuição inestimável para a paz global.


fundador e presidente executivo do Instituto para Economia e Paz

Como o Rotary pode promover a paz?

Um dos grandes pontos fortes do Rotary é nossa capacidade de reunir as pessoas certas para trabalhar em prol de um objetivo comum e criar projetos em nossas comunidades locais.

Para ajudar a criar e sustentar ações e investimentos relacionados à Paz Positiva, o Rotary e o Instituto desenvolveram:

  • Academia Rotary de Paz Positiva: Uma plataforma de aprendizado online gratuita que inclui módulos e ferramentas interativas para ensinar aos usuários como aplicar novos métodos de consolidação da paz e mobilizar as comunidades para abordar as razões implícitas dos conflitos. Visite a academia.
  • Guias de apresentação sobre a paz positiva: Recursos que podem ser baixados para ajudar rotarianos a realizar treinamentos presenciais e facilitar o diálogo para ajudar a promover o comprometimento da comunidade com a paz.

    Para os clubes: Guia facilitador e apresentação do clube

    Para as conferências distritais: Guia do facilitador e apresentação

  • Oficinas de treinamento:

    Oficinas de grande porte sobre paz positiva, financiadas por Subsídios Globais, já foram realizadas em três países.

    A primeira foi em Uganda, em setembro de 2016 na capital Kampala. Com o tema Trazendo Paz Positiva para Uganda, o evento focou na formação de rotaractianos de todo o país nos oito pilares de paz positiva do IEP. Uma vez formados, os participantes foram encarregados de aplicar o aprendizado em suas comunidades e implementar projetos que tratem necessidades locais. 

    México 2017 e 2019: apesar das elevadas taxas de criminalidade nos últimos anos, o potencial de paz do México é um dos mais elevados do mundo. Durante a oficina de 2019, rotarianos e rotaractianos trabalharam com líderes e especialistas emergentes locais no estabelecimento de grupos regionais que apoiem a paz positiva e os empenhos pró-paz do Rotary no país.

    Colômbia 2019: a assinatura do acordo de paz colombiano em 2016 pôs fim a um dos conflitos armados mais longos do mundo, marcando o início de um processo de construção de uma paz duradoura e sustentável. Com a oficina, rotarianos e rotaractianos aprenderam como moldar este processo por meio do envolvimento das suas redes de contato e das principais partes interessadas na construção da paz positiva localmente. 

    Com base no sucesso e impacto destas oficinas de treinamento, o Rotary e o IEP criaram um kit que contém roteiro para treinar membros da comunidade em paz positiva, construir grupos regionais em prol da paz ou simplesmente ter conversas para compreender e melhorar o trabalho do Rotary pelo prisma da paz positiva.

    O kit está disponível para download.

  • Ativadores da paz positiva:

    A parceria Rotary-IEP foi firmada para ajudar os rotarianos a "enquadrar" a paz, visando reconhecer o trabalho de base que fazem nas áreas de enfoque do Rotary ajudando a construir a paz positiva — e a sustentável em longo prazo. Para implementar projetos de paz positiva e tornar a estrutura mais tangível, o Rotary criou o programa de ativadores da paz positiva.

    Entre 2020 e 2023, 150 ativadores serão formados em seis regiões: Estados Unidos e Canadá; América Latina; Europa; Ásia-Pacífico; África Subsaariana e do Sul; Oriente Médio e Norte de África.

    O grupo de ativadores da paz inclui rotarianos, Bolsistas Rotary pela Paz, rotaractianos, entre outros. Os membros do grupo são selecionados por meio de um processo competitivo e devem demonstrar forte empenho na construção da paz.

    Como trabalhar com os ativadores da paz positiva?

    • Convide-os para integrar sua rede distrital de recursos.
    • Incentive os clubes interessados em aprender sobre paz positiva a convidarem um ativador para fazer uma apresentação durante evento.
    • Realize um evento distrital para disseminar informações sobre paz positiva aos clubes. Informe-se sobre a área de conhecimento, nível de profissionalismo e disponibilidade das pessoas antes de planejar tal evento, o que demanda muito tempo e energia.
    • Faça o evento virtualmente, se não der para realizá-lo de forma presencial.

Para saber mais sobre a parceria Rotary-IEP e se envolver no assunto, fale com a coordenação do programa.