Rotary quebra recorde e entra para o Guinness com o Maior Comercial do Mundo pela erradicação da paralisia infantil

30-May-2014

Comunicado à imprensa

For immediate release

Contato: Gabriela Simionato Klein, + 1 847-866-3239, Gabriela.Klein@rotary.org


Mais de 100 mil pessoas de 171 países postaram ‘selfies’ em apoio à iniciativa humanitária ‘Elimine a Pólio Agora’. Campanha continua com participação aberta até 30 de junho e tem o Brasil como país líder em fotos enviadas

EVANSTON, EUA (30 de maio de 2014) — O Rotary coletou mais de 100 mil mensagens de pessoas comuns, celebridades e líderes mundiais em uma campanha pela internet que pretende aumentar a conscientização sobre a erradicação global da paralisia infantil, além de arrecadar fundos para finalizar a empreitada, fazendo desta doença a segunda a ser eliminada do mundo. Cada participante adicionou seu nome e foto ao “Maior Comercial do Mundo”, que reside no website End Polio Now (Acabe com a Pólio Agora).

Quando o número de participantes chegou a 100 mil, o Maior Comercial do Mundo foi reconhecido pelo Guinness World Records como a maior campanha de conscientização através de fotos da história. O Guinness levou em consideração o contingente de celebridades que apoiaram a campanha, 177, um número três vezes maior do que o do recorde anterior.

Os embaixadores do Rotary pela erradicação da pólio incluem o filantropo Bill Gates; os atores Jackie Chan e Archie Panjabi; o cantor Michel Teló; a modelo e atriz Isabeli Fontana; o humorista Renato Aragão; o ganhador do Prêmio Nobel da Paz, Desmond Tutu; o músico Ziggy Marley; o piloto de Fórmula 1, Fernando Alonso; e o popstar coreano, Psy. Nos anúncios da campanha, os embaixadores fazem um gesto em que o dedo polegar e indicador se opõem enquanto as pontas dos dedos ficam viradas para cima, indicando com o espaço formado entre eles que falta “Só Isto” para eliminarmos a pólio.

Milhares de pessoas fizeram exatamente isto ao acrescentar fotos com o gesto à coletânea de imagens do comercial. O alvo era conseguir 100 mil participantes até o final da campanha em 30 de junho, mas agora que esta meta já foi alcançada, o Rotary está determinado a fazer o possível para aumentar ainda mais este número, o que representa maior exposição da causa e assinaturas em sua petição global. As fotos submetidas são intercaladas com mensagens relacionadas à campanha pela erradicação, formando um vídeo que tem no momento mais de 3 horas e meia de duração. Versões de 30 e 60 segundos do comercial na Internet também foram produzidas pelo Rotary para veiculação pelo mundo.

“O fato de que tantas pessoas com interesses e experiências diversas enviaram fotos e mensagens especialmente para esta campanha mostra que quando se esclarece o que está em jogo, todos querem agir”, afirma Carol Pandak, diretora do programa Pólio Plus do Rotary. Segundo ela, este apoio mundial é essencial para o Rotary incentivar líderes governamentais a fornecerem os fundos e recursos necessários para vacinar as crianças contra a paralisia infantil em áreas de risco, evitando que a doença volte a ser transmitida em áreas onde está controlada, caso do Brasil.

Em vários países a campanha online também motivou voluntários a criarem eventos fora da Internet para informar ao público o quão próximo estamos da erradicação, os benefícios humanitários e econômicos desta ação e, essencialmente, mostrar que esta doença sem cura pode ser prevenida facilmente por vacinas que custam US$ 0,60. No site, além de participar com sua imagem e voz pelo site, é possível fazer uma doação diretamente ao programa Pólio Plus do Rotary acessando endpolionow.org/pt.

Sobre o Rotary

O Rotary é uma rede global de voluntários que se dedicam a enfrentar grandes desafios da humanidade. Seja ajudando famílias menos privilegiadas ou lutando para erradicar a pólio no mundo, seus associados causam mudanças positivas local e internacionalmente.

Depois de realizar uma campanha de imunização em massa no final da década de 70, o Rotary se tornou um dos parceiros da Iniciativa Global de Erradicação da Pólio em 1988, junto com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o UNICEF, o Centro Norte-americano de Controle e Prevenção de Doenças e, mais tarde, a Fundação Bill e Melinda Gates. Desde então, houve uma redução de 99% na incidência de pólio no mundo, passando de cerca de 350.000 casos por ano para apenas 416 em 2013.

As principais responsabilidades do Rotary na iniciativa incluem arrecadação de fundos, defesa da causa e mobilização social. Até 2018, cada dólar que o Rotary designar à erradicação da pólio será equiparado em 2:1 pela Fundação Bill e Melinda Gates, até no máximo US$ 35.000 por ano.

Para mais informações, acesse o site rotary.org/pt e endpolio.org/pt.

###