História da Fundação Rotária

Na Convenção de 1917, o presidente do RI Arch Klumph propôs a criação de um fundo de dotações "com o intuito de fazer o bem no mundo". Em 1928, este fundo passou a se chamar Fundação Rotária e tornou-se uma entidade do Rotary International.  

Crescimento da Fundação

Em 1929, a Fundação outorgou seu primeiro subsídio, no valor de US$500, para a International Society for Crippled Children. A organização, criada pelo rotariano Edgar "Daddy" Allen, acabou se transformando na Easter Seals. 

Quando o fundador do Rotary faleceu, em 1947, contribuições começaram a chegar em peso no Rotary International e o Fundo em Homenagem Póstuma a Paul Harris foi criado com o objetivo de fortalecer a Fundação. 

Evolução dos programas da Fundação

1947: lançamento do primeiro programa de bolsas de estudo da Fundação, mais tarde conhecido como Bolsas Educacionais.

1965-66: lançamento de três programas: Intercâmbio de Grupos de Estudos, Bolsas para Aperfeiçoamento Técnico e subsídios especiais para atividades relacionadas ao objetivo da Fundação Rotária, mais tarde chamados de Subsídios Equivalentes. 

1978: criação dos Subsídios "Saúde, Fome e Humanidade" (3-H). O primeiro deles patrocinou um projeto que imunizou 6 milhões de crianças filipinas contra a pólio. 

1985: lançamento do programa Pólio Plus para erradicar a pólio no mundo.

1987-88: realização dos primeiros fóruns pela paz, que levaram ao estabelecimento das Bolsas Rotary pela Paz.

2013: lançamento global dos Subsídios Distritais, Globais e Predefinidos para atender às maiores necessidades do mundo. 

Desde a primeira doação em 1917, no valor de US$26,50, a Fundação recebeu contribuições que totalizaram mais de US$1 bilhão. 

Materiais de referência