Rotary e ShelterBox ajudam a restaurar senso de normalidade após desastre

Rachel Simpkins, voluntária da ShelterBox, entretendo crianças cujas famílias foram evacuadas por causa de inundações na Amazônia Peruana.
Foto: Photo by Malcolm Shead

Meses de chuvas fortes no coração da Amazônia Peruana causaram inundações devastadoras. Em abril de 2012, o Rio Amazonas e outros cursos d'água submergiram aldeias inteiras, obrigando seus moradores a abandonar tudo o que tinham para encontrar refúgio em lugares mais altos. Muitos tiveram que sobreviver sob tábuas de madeira ou lonas. O Rotary Club de Iquitos contatou a ShelterBox, um dos parceiros do Rotary, para fornecer barracas e equipamentos para ajuda em caso de desastre.

Malcolm Shead, voluntário de Llandeilo, País de Gales, foi um dos primeiros membros da equipe de resgate da ShelterBox a chegar ao local. Ele e sua colega Rachel Simpkins (na foto) tiraram esta foto durante uma expedição de avaliação da região amazônica.

“De repente, fomos cercados por uma dúzia de crianças”, lembra Shead. “As crianças eram de famílias que tiveram de ser deslocadas para uma pequena aldeia. Edifícios municipais, escolas e igrejas foram convertidos em abrigo para as famílias.”

Os rotarianos de Iquitos trabalharam com os voluntários da ShelterBox, fornecendo um tradutor, financiando o transporte de kits e ajudando com a logística. Até o final de maio de 2012, a ShelterBox havia fornecido 171 kits a pessoas da região.

Saiba mais sobre a ShelterBox

Adaptada de uma história da edição de dezembro de 2013 da The Rotarian.

23-Dec-2013
RSS