Rotary: Nenhuma criança deve ir para a cama com fome

The millions of pounds of food that go to waste every year could ease hunger around the world. See how one Rotary project is working to solve a perennial problem.

Nenhuma comunidade, nação e região do mundo está imune à fome. Este problema não possui uma solução simples. No Rotary, nossos associados e parceiros, como a Global FoodBanking Network, estão procurando soluções inovadoras para este problema. Em carta publicada no site oficial do Dia Mundial da Alimentação, o secretário-geral do RI, John Hewko, explica porque o Rotary está tão motivado a ajudar:

Fome. Inanição. Desnutrição. Tal como o Dia Mundial da Alimentação (16 de outubro) nos lembra, infelizmente não existe uma maneira simples de descrever o triste fato de que cerca de 870 milhões de pessoas estão cronicamente subnutridas. Mais triste ainda é o fato de que muitas delas são crianças, cujas mentes e corpos não possuem o sustento necessário para crescerem como adultos saudáveis. 

Este problema é global, e afeta tanto países em desenvolvimento quanto desenvolvidos, onde, supreendentemente, um grande número de pessoas luta diariamente para alimentar suas famílias.    

Minha organização, o Rotary, é uma rede internacional de líderes voluntários comprometidos a buscar soluções para os maiores desafios do mundo. Por isso, estamos muito bem posicionados para fazer algo a respeito deste problema. Com mais de 1,2 milhão de associados pertencentes a 34.000 Rotary Clubs em mais de 200 países e regiões, o Rotary está presente tanto em comunidades carentes quanto em comunidades com capacidade para ajudar.  

Preocupados com a insegurança alimentar, associados do Rotary formaram dois grupos internacionais muito ativos: o Grupo Rotarianos em Ação Contra a Fome e Subnutrição e o Grupo Rotarianos e Ação por Soluções Alimentícias. Estes grupos têm a missão de ajudar os Rotary Clubs de todo o mundo a utilizarem abordagens eficazes e sustentáveis para a luta contra a fome. 

Em 2012, o Rotary e a Global FoodBanking Network se uniram para lutar contra a fome e a insegurança alimentar.  

Rotary First Harvest, uma instituição de caridade financiada pelo Rotary Club de Seattle, EUA, desenvolveu uma forma única e eficaz para apoiar o conceito de banco de alimentos. Trabalhando com agricultores e redes de distribuição, a Rotary First Harvest reúne a cada ano cerca de três mil toneladas de alimentos que, do contrário, poderiam ir para o lixo. 

Outros exemplos de iniciativas de Rotary Clubs contra a fome:

  • Na Flórida, EUA, o RC de Flagler Beach, cofundador da Family Food Co-op, ajuda a alimentar famílias carentes de áreas rurais identificadas por escolas locais. A doação de US$30 é suficiente para alimentar uma família de quatro pessoas por uma semana, e os beneficiários são incentivados a ajudar seus vizinhos. 
  • Na Austrália, o Rotary Club de Brisbane Centenary lançou em 2007 o Beef Bank para fornecer carne fresca a organizações locais.  
  • Desde 1998, o Rotary Club de Madrid, Espanha, tem trabalhado com hotéis locais para coletar alimentos que não foram utilizados por eles. As empresas de transporte doam seus veículos para entrega dos alimentos.  
  • Rotary Clubs do Equador fizeram uma parceria com o Banco de Alimentos Diakonia para fornecer equipamentos, experiência e voluntários para ajudar famílias carentes em Guayaquil, a maior cidade do país. 

Claro que não há solução milagrosa para este problema. É essencial que as pessoas carentes sejam alimentadas regularmente enquanto soluções de longo prazo são desenvolvidas. Enquanto isso, devemos estabelecer as bases para contribuir a um desenvolvimento econômico e sustentável capaz de quebrar o ciclo vicioso da pobreza, que está ligada à questão alimentar e outros problemas, como analfabetismo, doenças e violência.  

Isto é o que o Rotary faz, e os Rotary Clubs continuam a trabalhar para identificar as necessidades das comunidades e encontrar soluções realistas, sustentáveis e culturalmente apropriadas. Visite o site rotary.org ou entre em contato com um Rotary Club de sua área para fazer parte deste esforço. Saiba o que os clubes de sua área estão fazendo para combater a fome local ou internacionalmente. Faça uma doação ou doe seu tempo para apoiar um projeto. Envolva-se.

E lembre-se: Nenhuma criança – de qualquer lugar do mundo – deve ir para a cama com fome. 

John Hewko, secretário-geral do Rotary International

Rotary News

RSS