Chair do Conselho de Curadores da Fundação Rotária

Ray Klinginsmith

CHAIR DA FUNDAÇÃO, 2015-16

Fevereiro 2016

Quando entrei no Rotary a muitos anos atrás, as conversas informais eram simples, agradavam à maioria e serviam bem na comunicação entre os rotarianos. Um deles convidava à sua casa um pequeno número de companheiros de clube para falar sobre o Rotary e o valor da organização em suas vidas. A noite transcorria num ambiente de camaradagem e todos aprendiam um pouco mais sobre os programas do Rotary e a Fundação Rotária. Estas reuniões simples e descompromissadas aconteciam em várias partes do mundo.

Com a aproximação do 111° aniversário do Rotary, em 23 de fevereiro, espero que você passe um tempo com seus amigos de clube para falar sobre Rotary, particularmente sobre a Fundação, que comemora seu centenário em 2016-17. A data deste aniversário tão importante será numa terça-feira, dia da semana que não costuma ter atividades sociais, permitindo mais tempo para celebrarmos os feitos da nossa grande entidade.

Atualmente, nossas conversas sobre o Rotary acontecem on-line, pelas mídias sociais, e também pessoalmente, nas casas, bares e restaurantes. Eu incentivo todos os rotarianos a celebrarem o aniversário do Rotary e os 100 anos da Fundação Rotária convidando alguns amigos para um bate-papo informal sobre a nossa organização regado a muito companheirismo. Assim como o Rotary cresceu a partir da visão de um homem, estas conversas simples e significativas podem voltar a acontecer sempre.

Se você colocar esta ideia em prática no seu clube, mande uma mensagem para mim, ao e-mail rayklaw@sbcglobal.net, informando como foi o seu bate-papo. Seja onde e como for, nossas conversas em 23 de fevereiro sobre o significado do Rotary e o centenário da Fundação certamente serão bem agradáveis!


Janeiro 2016

"Cowboy Logic", cantada por Michael Martin Murphey, com sua melodia alegre e letra cheia de significado, é uma das minhas canções prediletas há muito tempo. Ela tem a ver com o Rotary, pois fala de honestidade e trabalho. Contudo, só passei a compreender de verdade como ela se aplica à nossa organização depois que li Cowboy Ethics, de Jim Owen.

Jim sabia que o "código do Oeste" era bastante positivo no desenvolvimento dos valores éticos entre os cowboys americanos. Ele o descreveu em dez princípios básicos, os quais se alinham perfeitamente à nossa Prova Quádrupla.

Três destes princípios se aplicam particularmente ao Pólio Plus. Nos 30 anos que seguiram o lançamento do programa, permanecemos comprometidos com a erradicação da paralisia infantil, embora esta empreitada esteja levando muito mais tempo e dinheiro do que esperávamos. Contudo, temos perseverado e estamos agora prestes a eliminar esta doença. Ao longo do caminho, seguimos três princípios do código do Oeste: "fazer o que deve ser feito", "manter a promessa" e "terminar o que começamos".

Outros dois princípios têm uma importância especial para a Fundação Rotária: "sentir orgulho do seu trabalho" e "permanecer fiel ao que você acredita". Por meio do apoio aos programas da Fundação, desde as primeiras Bolsas Educacionais, em 1948, até as mais recentes iniciativas, como os Centros Rotary pela Paz e o Plano Visão de Futuro, os rotarianos têm feito deste um mundo melhor. E pelo fato de terem "permanecido fiéis ao que acreditam", trabalhando com afinco e doando generosamente, nossos programas têm êxito e aumentam o orgulho que sentimos por nossa organização. Portanto, em vez de pedir a você, rotariano, que seja leal à Fundação, eu gostaria de agradecê-lo por todo o apoio e lealdade!


Dezembro 2015

Embora as Conferências Presidenciais sejam populares no mundo inteiro, a programação varia anualmente, a critério do líder da nossa organização. Para o seu ano, o presidente Ravi planejou cinco Conferências que terão como tema as nossas áreas de enfoque. São elas:

Ravi e eu compareceremos a todas as Conferências e esperamos que os rotarianos também apoiem estes eventos, sobretudo os que forem realizados próximos às suas regiões. Os participantes terão a chance de explorar problemas relativos às áreas de enfoque ao lado de líderes rotários e especialistas externos, além de aprender abordagens práticas para se envolverem em projetos inovadores e eficazes.

Se algum dos eventos acima for de seu interesse – e eu espero que seja –, não deixe de participar ou de enviar um representante de seu clube. Além de complementarem as nossas Convenções, as Conferências Presidenciais são a prova de que o Rotary realmente está Fazendo o Bem no Mundo!


Novembro 2015

Todos os holofotes se voltam para a Fundação Rotária em novembro, mês em que divulgamos ainda mais os nossos programas e procuramos arrecadar fundos. Mas por que novembro?

Em maio de 1956, o Conselho Diretor do RI dedicou a semana de 15 de novembro como a Semana da Fundação Rotária. Em 1961, quando fui à África do Sul como bolsista da Fundação, este mês já estava bem difundido entre nós, tanto que a maioria dos clubes sul-africanos realizavam atividades nesta semana especial. Quando voltei à minha cidade, em Unionville, notei o mesmo enfoque ao entrar para o Rotary Club local.

Muitos dos nossos clubes naquela época faziam suas reuniões em torno de refeições de baixo custo durante a Semana da Fundação Rotária, e doavam à entidade o dinheiro que economizavam. Esta era uma boa forma de arrecadar verbas para a Fundação numa época em que a maioria das contribuições era feita por clubes, não por rotarianos individualmente. Mas qual a razão que levou o Conselho Diretor a selecionar a semana de 15 de novembro, em 1956, e depois expandi-la para o mês inteiro a partir de 1983-84?

Na minha opinião, a decisão original de 1956 foi baseada na constatação de que muitos clubes do Hemisfério Norte, particularmente os grandes, não faziam muito durante o verão – entre junho e agosto. Era melhor, então, dar um tempo aos clubes para que orientassem os seus associados sobre a Fundação. Como as contribuições para a entidade vinham dos clubes, era viável que eles tivessem mais tempo para doar ainda no primeiro semestre do ano rotário, permitindo o investimento das verbas em tempo hábil. Era uma situação em que todos saiam ganhando.

Independentemente desta minha hipótese estar certa, o Mês da Fundação Rotária tem sido, e continuará sendo, essencial ao sucesso da nossa entidade. Este é o mês em que os clubes e distritos continuam a tradição de difundir aos rotarianos o alto nível de qualidade dos nossos programas, que são fruto de suas contribuições.

A nossa Fundação prima pela excelência e deve seu sucesso ao apoio dos rotarianos, muitos dos quais passaram a apreciar a entidade justamente em novembro. A importância do Mês da Fundação Rotária continua forte, e espero que todos os clubes se concentrem na Fundação neste mês. Esta é uma tradição significativa e produtiva, e eu encorajo todos os rotarianos a comparecerem a eventos da Fundação em seus clubes e distritos neste mês. Continue a tradição! Celebre a Fundação!


Outubro 2015

O centenário da Fundação, no ano rotário de 2016-17, será o testemunho do sucesso da entidade, que teve início na nossa Convenção de 1917, em Atlanta. A Comissão de Celebração do Centenário da Fundação, liderada pela ex-curadora Stephanie Urchick, tem muitos planos para um ano inteiro de festas, que culminarão com uma comemoração gigantesca na Convenção de 2017, em Atlanta. Os curadores da Fundação Rotária, os diretores do Rotary International e os nossos funcionários estão comprometidos para fazer com que esta data tão importante mereça o maior destaque possível.

O que acontece em nossos clubes e distritos é muito maior e duradouro do que acontece em Evanston e nas nossas Convenções. Dito isto, o verdadeiro sucesso da celebração do centenário dependerá da qualidade e da quantidade de festividades organizadas por clubes e distritos. A grande incógnita é se a maioria dos rotarianos mundo afora organizará celebrações e projetos relativos ao centenário. Por isso, peço a você que faça a sua parte para gerar o interesse e o envolvimento do seu clube.

A Fundação Rotária tem sido muito bem-sucedida em auxiliar clubes e distritos a promover compreensão, boa vontade e paz no mundo. Assim, nada mais apropriado do que tê-los participando em massa da celebração do centenário. Como é do nosso feitio no Rotary, não existe uma forma única para os clubes e distritos celebrarem. Basta usar e abusar da criatividade, como eles têm feito nestes anos todos com seus projetos.

Este é o momento certo para expressarmos nosso apreço pela Fundação Rotária!


Setembro 2015

Junto com nossos parceiros, criamos um plano para os últimos estágios da erradicação da poliomielite, o qual está provando ser bem-sucedido. Ninguém pode dizer quando acontecerá o último caso de paralisia infantil, mas se continuarmos como estamos, ele será registrado antes do fim deste ano. Sem dúvidas, esta seria uma vitória sem precedentes para nós e para todas as crianças!

Temos um plano para divulgar o nosso trabalho na cruzada contra a doença e ganhar o merecido reconhecimento por nosso papel fundamental na sua erradicação. A nossa primeira campanha de imunização contra a pólio foi em 1979, época em que ocorriam 500.000 casos de pólio por ano. O sucesso que alcançamos nos levou ao lançamento do Pólio Plus, em 1985, com o objetivo de imunizar todas as crianças do mundo contra a poliomielite. Levantamos US$247 milhões para este fim nos primeiros três anos e, em 1988, juntamos forças com a Organização Mundial da Saúde, o Centro Norte-Americano para Controle e Prevenção de Doenças e o Unicef no sonho possível de erradicar a paralisia infantil da face da Terra. Tendo o Rotary como catalizador, a formação desta parceria marcou o início da odisseia.

Chegamos agora nos estágios finais deste esforço heroico, e é de suma importância que o mundo inteiro saiba das contribuições do Rotary como principal parceiro na luta contra a pólio. Faremos o possível para divulgar o papel da nossa organização, sabendo, porém, que isto é apenas uma peça do quebra-cabeça. Todo Rotary Club precisa saber da história da campanha Pólio Plus para promover o nosso trabalho em suas comunidades. Precisamos do envolvimento de todos os Rotary Clubs para espalharmos as boas novas globalmente.

Faça o download dos materiais promocionais disponíveis em endpolio.org e confira a publicação Rotary and the Gift of a Polio-Free World, que pode ser comprada pelo site shop.rotary.org. Não deixe de compartilhar pelas mídias sociais as informações sobre o papel do Rotary para acabar com a pólio. Não podemos desperdiçar nenhuma chance de espalhar aos quatro ventos a nossa brilhante atuação para um mundo sem poliomielite.

O Dia Mundial de Combate à Pólio, celebrado em 24 de outubro, é a oportunidade ideal para os clubes realizarem uma atividade visando tornar o nosso trabalho contra a pólio conhecido localmente. Utilize as notícias e divulgue a transmissão ao vivo promovida pelo site endpolio.org para celebrar a data e conseguir o máximo de publicidade. Estamos muito próximos do fim e não podemos perder o ânimo. Não fique de fora e divulgue a diferença que fazemos com o Pólio Plus!


Agosto 2015

Tradicionalmente, a Fundação Rotária usa algumas metas anuais como base para o planejamento do próximo ano rotário. Este ano, no entanto, temos um plano mais abrangente. Na reunião de outubro de 2014, inspirados pelo Plano Estratégico do RI, os curadores aprovaram quatro prioridades para os próximos três anos:

1. Erradicar a pólio de uma vez por todas.

2. Fortalecer o conhecimento, engajamento e apoio financeiro dos rotarianos em relação à Fundação Rotária.

3. Aumentar a qualidade e o impacto dos serviços humanitários do Rotary através dos subsídios da Fundação e das seis áreas de enfoque.

4. Fortalecer a imagem da Fundação e divulgar suas conquistas, especialmente os seus 100 anos de atuação e o sucesso do Pólio Plus.

Os curadores também aprovaram quatro metas mensuráveis para cada uma dessas prioridades. Portanto, agora temos 16 metas mensuráveis para guiar o nosso trabalho. As metas poderão ser alteradas anualmente com base no nosso progresso em relação ao alcance das prioridades. No entanto, o caminho que trilharemos este ano já foi determinado e, pela primeira vez, termos como medir nossos resultados!

Compartilharei com vocês algumas das metas nas próximas edições. O estabelecimento de metas mensuráveis para a nossa Fundação veio em tempo apropriado, pois o presidente do RI, K.R. Ravindran, propôs a criação de indicadores de desempenho para rotarianos que servem em posições de liderança. Assim, as metas mensuráveis facilitaram a criação de indicadores de desempenho para os coordenadores regionais da Fundação Rotária e os consultores de doações extraordinárias /Fundo de Dotação. Embora a iniciativa de estabelecer indicadores de desempenho ainda esteja em fase experimental e precise de alguns ajustes, ela certamente nos ajudará a ver mais claramente o que o futuro nos reserva.