Rotary celebra 108º aniversário e conquistas na luta contra a pólio

O aniversário de 108 anos do Rotary, em 23 de fevereiro, marca um ano de conquistas na luta contra a paralisia infantil e um compromisso renovado de terminarmos o trabalho. 

No mundo, 222 casos de poliomielite foram reportados em 2012, um pouco mais de um-terço dos 650 relatados em 2011. Em 13 de janeiro, a Índia marca o seu segundo ano sem a doença. De modo geral, a incidência anual da pólio caiu mais de 99% desde o lançamento da Iniciativa Global de Erradicação da Pólio (GPEI), em 1988. Naquela época, a doença infectava cerca de 350.000 crianças por ano. 

Embora o vírus selvagem da pólio só seja endêmico no Afeganistão, Paquistão e Nigéria atualmente, ele pode se alastrar para outros países se não tomarmos as medidas necessárias.

Uma das principais responsabilidades do Rotary na iniciativa de erradicação é a difusão da causa, um elemento cada vez mais importante nesta fase final. Além de contribuir mais de US$1 bilhão para a GPEI, o Rotary conseguiu mais de US$9 bilhões em doações governamentais desde 1988 e está ampliando seu trabalho de difusão nos 200 países rotários para incentivar os governantes a ajudarem a cobrir o déficit de US$700 milhões (dado de 1º de fevereiro) da GPEI em 2013. 

Rotarianos do Canadá, por exemplo, têm usado cartas para persuadir os membros do Parlamento a apoiarem a erradicação da pólio. Em agosto de 2012, Wilfrid Wilkinson, curador da Fundação Rotária e ex-presidente do RI, junto com Robert Scott, presidente da Comissão Internacional Pólio Plus, ambos canadenses, escreveram para o primeiro-ministro Stephen Harper. Todos os rotarianos do país receberam uma cópia da carta e outra pedindo que contatassem seus representantes parlamentares. 

Dentro de três dias, Wilkinson recebeu notícias de rotarianos que haviam contatado o primeiro-ministro ou amigos em cargos governamentais. 

Em setembro, o governo canadense anunciou a iniciativa Pennies and More for Polio em um evento paralelo sobre a erradicação da poliomielite durante a Assembleia Geral da ONU. Através da iniciativa, que será realizada até 1º de março, a Agência Canadense para o Desenvolvimento Internacional e a Fundação Bill e Melinda Gates estão contribuindo C$1 cada para a GPEI a fim de equiparar cada dólar arrecadado pelos rotarianos canadenses, até o limite de $1 milhão. No final de dezembro, os rotarianos já haviam ultrapassado o valor máximo de equiparação, gerando mais de $3 milhões para a causa.  

"A arrecadação de fundos feita pelos rotarianos permite que peçam apoio para o público externo", diz Wilkinson. "O fato de que o governo do Canadá e a Fundação Gates estão por trás do trabalho de erradicação é um grande ponto positivo e ajuda a aumentar a conscientização pública." 

Rotarianos canadenses também estão convidando seus representantes no Parlamento para reuniões de Rotary Clubs antes do aniversário do Rotary. Siga o exemplo e fale com seus governantes, empresários locais e amigos sobre a importância da erradicação. Veja algumas dicas para fazer contatos eficazes: 

  • Compartilhe artigos sobre a iniciativa, que podem ser encontrados no Rotary Media Center, para destacar o papel do Rotary e a necessidade de apoio.
  • Use elementos do site www.endpolionow.org/pt para mostrar a importância da causa.
  • Convide um governante para dar uma palestra na reunião de seu clube e use o evento para ressaltar o compromisso do Rotary com a erradicação. Ofereça um presente relacionado à pólio, como um distintivo de lapela da campanha End Polio Now ou uma foto emoldurada de uma criança sendo vacinada, e um certificado anunciando que uma doação ao Pólio Plus foi feita no nome do palestrante. 

"Vocês têm a oportunidade histórica de acabar com essa doença," disse Bruce Aylward, diretor-geral assistente para Pólio, Emergências e Colaboração de Países na Organização Mundial da Saúde, em seu discurso na Assembleia Internacional do Rotary, em janeiro. "Só poderemos terminar o trabalho com a liderança do Rotary." 

 

Rotary News 

21-Feb-2013
RSS