"Schindler britânico" é homenageado por rotarianos

Sir Nicholas Winton, inducted into the Rotarian Peace Hall of Fame, talks about why he joined Rotary.

Mesmo depois de quase 75 anos, Renata Laxova ainda lembra com tristeza da noite em que sua mãe a colocou em um trem e a mandou para a Inglaterra com outras 100 crianças.

Renata conta que ela tinha apenas oito anos de idade quando sua mãe disse: “Nós te amamos e queremos que você seja feliz e que tenha oportunidade de ir à escola e de brincar. Você sabe tudo o que está acontecendo.”. E ela sabia sim.

Sua mãe estava se referindo às tropas de Hitler que, em 1939, invadiriam seu país, a então Tchecoslováquia. Renata foi uma das quase 700 crianças – a maioria judias – que escaparam de Praga entre 13 de março e 2 de agosto de 1939 graças à bondade e determinação de um homem chamado Nicholas Winton.

Winton, rotariano há mais de 40 anos, entrou para o Rotarian Peace Hall of Fame (hall da fama da paz) em 26 de setembro. A exposição é um projeto dos Rotary Clubs de Lincolnshire (Morning Star), Barrington Breakfast, Skokie Valley, Northbrook e Evanston Lighthouse, todos no Estado de Illinois, nos EUA, e será parte permanente do Museu do Holocausto de Illinois e Centro Educacional de Skokie.

A idade avançada de Winton (104 anos), o impediu de comparecer à cerimônia de abertura da exibição, mas duas crianças que ele salvou, Renata Laxova e Gerard Friedenfeld, estiveram entre os 80 convidados que compareceram ao evento. Além de visitar o museu e ouvir Renata e Gerard contar suas histórias, os convidados assistiram ao documentário sobre a vida de Winton, Nicky’s Family, que é narrado pelo jornalista Joe Schlesinger, outra criança salva por Winton.

Rotarian Peace Hall of Fame

O Rotarian Peace Hall of Fame foi criado para reconhecer os esforços de rotarianos em prol da paz e resolução de conflitos.

“Este projeto rotário permite que os 100.000 estudantes que visitarem o Museu do Holocausto anualmente aprendam sobre a vida e o trabalho de pessoas extraordinárias”, explica David Waring, ex-governador do distrito 6440, EUA.

Renata está feliz que Winton tenha sido a primeira pessoa a entrar para o hall da fama.

“Ele é extremamente humilde e bondoso, e por isso merece esta homenagem”, diz ela.

Winton, que serviu como presidente do Rotary Club de Maidenhead, Inglaterra, recebeu o título de Cavaleiro da Rainha Elizabeth II em 2003. A República Tcheca o indicou ao Prêmio Nobel da Paz e, em 2007, ele recebeu a maior honraria militar do país.

Leia mais sobre Sir Nicholas Winton na revista The Rotarian.

Assista ao ao trailer do documentário Nicky's Family

 

Rotary News

1-Oct-2013
RSS