Vencendo a batalha contra a pólio

Após meses de fisioterapia, Samir hoje pode brincar de pega-pega com seus irmãos. Desde 1995, quando a Índia realizou sua primeira campanha nacional de imunização, 2,3 milhões de vacinadores visitaram 209 milhões de lares para imunizar 170 milhões de crianças anualmente. Graças aos seus esforços, a paralisia infantil não será uma ameaça para as futuras gerações do Sudeste Asiático.
Foto: Allison Kwesell
Samir tinha dois anos quando Allison Kwesell o fotografou pela primeira vez; ele havia contraído pólio com apenas um ano de idade.
Foto: Allison Kwesell
Allison Kwesell começou a documentar a campanha Pólio Plus há quatro anos. Patrocinada pelo Rotary Club de Chattanooga Breakfast, EUA, ela viajou para a Índia onde conheceu o pequeno Monis, cujo caso de pólio foi o último a ser reportado em Moradabad.
Foto: Allison Kwesell
Aos seis anos de idade, Monis consegue caminhar melhor graças à fisioterapia, a qual é financiada por rotarianos.
Foto: Allison Kwesell

Ao atravessar as ruas estreitas de um vilarejo indiano, a fotojornalista Allison Kwesell se lembra de quando conheceu Samir e sua família, há quatro anos. Na época, ele tinha apenas dois anos de idade e havia acabado de contrair a pólio.

Quando se aproxima da casa, Allison ouve uma mulher gritando “Samir! Samir!” e corre em direção à voz, ansiosa para saber se reconhecerá o menino. Ao chegar no quintal, ela se depara com seis crianças descalças, brincando de pega-pega no meio de muita poeira. De longe ela vê um menino, não muito diferente dos outros, andando com certa dificuldade. Ela se aproxima e as crianças param, rodeando o garoto. Allison reconhece Samir imediatamente. Aos seis anos, ele consegue correr e brincar com as outras crianças do vilarejo graças à fisioterapia. 

Samir é uma das últimas crianças da Índia a contrair a paralisia infantil. Em março de 2014, a Organização Mundial da Saúde anunciou que o Sudeste Asiático estava oficialmente livre da poliomielite. A certificação veio após o sucesso na luta contra a doença na Índia, a qual comemorou em janeiro três anos sem nenhum novo caso de pólio.  

Este sucesso é resultado de 36 anos de trabalhos, durante os quais milhões de vacinadores viajaram por vilarejos, subiram montanhas e atravessaram desertos para imunizar as crianças do país. Não faz muito tempo, a Índia tinha mais casos de pólio do que qualquer outra nação no mundo. Este marco significa que 80% da população global vive sem medo de contrair a paralisia infantil.

 

Adaptado de uma matéria publicada na edição de agosto de 2014 da  The Rotarian

28-Aug-2014
RSS