Peace Corps e Rotary iniciam parceria histórica

Com o objetivo de promover o desenvolvimento global e o trabalho voluntário, o Rotary participará de um programa piloto com o Peace Corps em três países: Filipinas, Tailândia e Togo. A parceria visa incentivar Rotary Clubs e voluntários do Peace Corps a compartilharem recursos e conhecimentos para ampliar o impacto de seus projetos na área de desenvolvimento comunitário. 

Haverá oportunidades para apoiar projetos locais, dar treinamentos, fazer contatos e promover a educação. Através do Programa de Parcerias do Peace Corps, os Rotary Clubs poderão continuar concedendo pequenos subsídios em apoio a voluntários e comunidades. 

Carrie Hessler-Radelet, diretora do Peace Corps, e John Hewko, secretário-geral do Rotary, assinaram uma carta de colaboração no dia 5 de maio, na Sede Mundial do Rotary. Durante a cerimônia, Hewko disse que ambas as organizações estão comprometidas a melhorar a qualidade de vida e a fortalecer comunidades desfavorecidas através do trabalho para combater a pobreza, o analfabetismo, doenças e a falta de acesso à água e ao saneamento.

"A parceria tem significado especial para mim, pois venho de uma família de rotarianos", disse Hessler-Radelet, referindo-se a seu pai, avó e tia. "Estamos ansiosos para nos unirmos e inspirarmos pessoas de todo o mundo a trabalharem como voluntários." 

As duas organizações também concordaram em explorar a possibilidade de ampliar a colaboração para mais países, com base nos resultados do programa piloto. A carta de colaboração não apenas reconhece oficialmente a parceria, mas também incentiva os Rotary Clubs e voluntários do Peace Corps a aproveitarem os contatos já existentes. 

No Togo, os voluntários do Peace Corps Daniel Brown e David Gooze formaram uma parceria com o Rotary e outras entidades para distribuir mais de 5.000 bolas de futebol a jovens carentes. Eles estão organizando sessões chamadas "mais do que um simples jogo", nas quais usam o futebol para ensinar as crianças sobre a prevenção da malária. 

"Este é apenas um exemplo de como o Rotary e o Peace Corps podem colaborar para causarem impacto positivo nas comunidades", explicou Hessler-Radelet. 

O Peace Corps e os distritos rotários coordenarão as iniciativas nos três países (Filipinas, Tailândia e Togo) com o apoio das sedes de ambas as organizações. Rotary Clubs locais interessados em trabalhar com os voluntários do Peace Corps devem contatar seus governadores de distrito; já os clubes internacionais devem entrar em contato com os rotarianos dos países pilotos. 

Leia o que Carrie Hessler-Radelet tem a dizer sobre a colaboração
Descubra como você pode contribuir para a paz através do Rotary
Conheça um pouco sobre o Grupo Rotarianos em Ação pela Paz

Rotary News

9-May-2014
RSS