Mensagem do presidente

K.R. Ravindran

Presidente, 2015-16

Agosto 2015

Nos anos 30, Ole Kirk Christiansen, um carpinteiro dinamarquês, tinha uma placa de madeira pendurada na parede onde estava escrito "Det bedste er ikke for godt" (apenas o melhor é bom o suficiente). Hoje, Christiansen é lembrado como o inventor do LEGO, os coloridos tijolinhos de plástico adorados pelas crianças. Mas no começo, seu produto mais conhecido era um pato de madeira – feito com o mais alto padrão de qualidade, construído com madeira envelhecida e coberto com três camadas de verniz incolor. A história da empresa LEGO ilustra como Christiansen usou seus patos para ensinar uma lição de qualidade ao seu filho, Godtfred Kirk:

Certa noite, quando cheguei no escritório, disse ao meu pai: "Tivemos um dia bom, pai. Ganhamos um pouquinho mais". Ele rebateu: "O que você quer dizer?". Eu falei: "Bem, acabo de voltar da estação, para onde levei duas caixas dos patinhos de madeira para a cooperativa dinamarquesa. Geralmente colocamos três camadas de verniz, mas como eles eram para a cooperativa, aplicamos apenas duas. Então, economizei um pouquinho para a empresa". Ele olhou para mim desapontado e disse: "Godtfred, vá buscar as caixas e passe mais uma camada de verniz nos patos. Você só irá dormir depois que tiver terminado, e fará o trabalho sozinho". Com o papai não havia discussão. E foi assim que eu aprendi uma lição sobre o significado de qualidade.

Hoje, os padrões de qualidade do Grupo LEGO são muito conhecidos e seus produtos são os brinquedos mais populares do mundo: existem 86 peças de LEGO para cada ser humano.

Todos reconhecemos que este sucesso está diretamente ligado às práticas da empresa – sua insistência em qualidade, eficiência e inovação. Ao fazer uma comparação com o nosso empenho nas áreas de governança e prestação de contas, percebo que, às vezes, não alcançamos os padrões esperados.

Os líderes do Rotary International, das zonas, dos distritos e dos clubes devem manter os maiores padrões de qualidade no que diz respeito à governança. O presidente e os diretores do RI devem servir aos associados de maneira significativa; os líderes zonais devem fazer com que o investimento do Rotary em sua capacitação valha a pena; os administradores distritais devem demonstrar liderança e se concentrar em transparência na administração e na apresentação dos relatórios financeiros; e os dirigentes dos clubes devem enviar à organização os relatórios exigidos e usar o Rotary Club Central.

Assim como Christiansen se recusou a enviar um produto de qualidade mais baixa aos seus clientes, nós também devemos nos recusar a colocar menos empenho no nosso trabalho. Devemos sempre exigir o melhor de nós mesmos – na nossa vida profissional e, especialmente, no nosso trabalho rotário.

Qual o produto da nossa organização? Não são patos de madeira ou tijolinhos de plástico. Nossos produtos são educação, água, saúde, paz, esperança e a própria vida. Para este trabalho, apenas o melhor é bom o suficiente. Peço a vocês que se lembrem disso e se esforcem ao máximo para Serem um Presente para o Mundo.