Liderança é o tema principal do segundo dia da Convenção

Jack Sim, founder of the World Toliet Organization, speaks about how providing toilets to underdeveloped countries can drastically improve sanitation.
Foto: Rotary International/Monika Lozinska

No segundo dia da Convenção do Rotary o assunto foi liderança, com os palestrantes contando histórias sobre sacrifícios e triunfos. 

Os palestrantes da sessão plenária foram:  Jack Sim, fundador da World Toilet Organization; Martin Silink, presidente da International Diabetes Federation; Tommy Spaulding, ex-bolsista do Rotary e especialista mundial em liderança; e Brett Lee, jogador de críquete australiano.

Palestras inspiradoras

Jack Sim disse à plateia que há mais telefones celulares no mundo do que banheiros. Segundo ele, apesar de aproximadamente 4 bilhões de pessoas não terem acesso a água limpa e saneamento, nós podemos ajudá-las através de empreendedorismo social. A  organização dele ensina as pessoas a construírem e venderem banheiros.

Na apresentação seguinte, Martin Silink falou dos seus esforços para fazer com que a ONU dê mais destaque à conscientização sobre o diabetes. Depois de vários "nãos", as Nações Unidas declararam 14 de novembro como o Dia Mundial do Combate ao Diabetes. A ajuda de Sylvan Barnet, representante do Rotary junto à ONU durante 25 anos, foi importantíssima para fazer com que o sonho de Silink se tornasse realidade.

O Grupo Rotarianos em Ação pela Prevenção do Diabetes está conscientizando o público sobre o assunto, e gostaria que a prevenção e tratamento de doenças crônicas fossem inclusos no próximo grupo de Objetivos do Milênio. A estimativa é que 382 milhões de pessoas em todo o mundo tenham diabetes tipo 2, número que aumenta em mais de 7 milhões todos os anos.

Tommy Spaulding,  autor de best seller, falou sobre as dificuldades de crescer com dislexia e como o Rotary o ajudou a encontrar suas habilidades de liderança. O ex-participante de RYLA e bolsista do Rotary disse que seu coração está voltado aos serviços humanitários por influência dos rotarianos que conheceu.

"Paul Harris não iniciou uma organização. Ele começou um movimento", diz ele.

Brett Lee, o último palestrante da noite, é fundador da Mewsic India Foundation, entidade que oferece terapia musical a mais de 1.200 crianças na Índia. A inspiração dele veio da época em que era atleta profissional e a música era seu refúgio depois de um dia difícil. Hoje, sua fundação recebe apoio de Rotary Clubs para levar música  e motivar crianças em áreas remotas da Índia. 

Nos próximos anos, Brett pretende abrir 100 centros de música na Índia e expandir para a Austrália.

Workshops

Liderança também foi tópico de alguns workshops da Convenção. O jovem empreendedor e rotariano Brenton Johnson falou sobre como causar mudanças sociais positivas através de esforços humanitários. A sessão foi liderada por Maya Ajmera, ganhadora do Prêmio da Fundação Rotária por Serviços à Humanidade de 2014.

Os participantes aprenderam como ajudar as pessoas através de oportunidades para elas ajudarem a si mesmas. Por exemplo, Brenton disse que é mais provável que uma pessoa use e cuide de um mosquiteiro que tenha comprado do que de um que tenha ganhado gratuitamente.

Veja mais notícias, imagens e vídeos de Sidney

Saiba o que está acontecendo nos bastidores da Convenção através do Convention Insider

Encontre todos os materiais da Convenção

Rotary News

2-Jun-2014
RSS