Fórum pela Paz em Hiroshima enfatiza que a paz é possível

Past RI President Luis Giay (left), RI President Sakuji Tanaka (center), and Rotary Foundation Trustee Chair Wilfrid J. Wilkinson (right) placed wreaths in Hiroshima Memorial Park during the third Rotary Global Peace Forum 17 May. Giay served as chair and convener of the forum.
Foto: Noriko Futagami

No dia 17 de maio, o presidente do RI Sakuji Tanaka e outros líderes rotários e comunitários participaram de uma cerimônia no Parque Memorial da Paz de Hiroshima em homenagem às vítimas da bomba atômica lançada sobre a cidade durante a Segunda Guerra Mundial.

Tanaka, associado do Rotary Club de Yashio, Japão, escolheu o lema Paz Através do Servir para seu ano e organizou três Fóruns Rotary pela Paz Global para motivar rotarianos e outras pessoas, principalmente jovem, a trabalharem pela paz diariamente.

A cerimônia de homenagem aconteceu durante o terceiro Fórum Rotary pela Paz Global em Hiroshima, Japão. Tanaka também assinou o livro de visitas, que contém mensagens de grandes líderes mundiais.

O Fórum contou com a presença de mais de 2.700 pessoas, entre elas rotarianos, líderes comunitários, e ex e atuais estudantes dos Centros Rotary pela Paz – programa que oferece a futuros líderes a possibilidade de desenvolverem as habilidades necessárias para resolver conflitos e promover a paz. O governador Hidehiko Yuzaki e o prefeito Kazumi Matsui de Hiroshima também participaram do evento.

Os dois Fóruns anteriores foram realizados em Berlim, Alemanha, e em Honolulu, EUA. Tanaka escolheu estes locais por terem sido afetados pelos acontecimentos da Segunda Guerra Mundial e hoje representarem o poder de cura que a paz proporciona às nações.

"Todo projeto do rotário e todo serviço é um ato de amor e bondade", disse Tanaka em seu discurso de encerramento. "Quando servimos da maneira correta e pelas razões certas, unimos as pessoas em paz e harmonia."

Chamado à ação

Os participantes do Fórum também adotaram a declaração "A paz começa com você", que incentiva as pessoas a se esforçarem diariamente para promover a harmonia com seus vizinhos e criar amizades que transcendem as diferenças de nacionalidade, política, religião e cultura.

"Hoje, ao deixarem este último Fórum, peço que entendam que paz, independente de sua definição, é uma meta verdadeira e realista para o Rotary. A paz não é algo que pode ser alcançado apenas por tratados, governos ou atos heroicos. É algo que podemos encontrar e alcançar a cada dia e de maneiras muito simples", disse Tanaka.

O chair eleito do Conselho de Curadores da Fundação Rotária, Dong Kurn Lee, do Rotary Club de Seoul Hangang, Coreia, falou sobre as contribuições do Rotary para que a Coreia do Sul e o Japão se tornem aliados e parceiros econômicos.

"Durante os últimos 11 anos, rotarianos japoneses e coreanos tem realizado o encontro anual chamado Japanese-Korean friendship", disse Lee. "Este é um evento maravilhoso, onde falamos sobre o Rotary. Porém, a parte mais importante da reunião é que nos unimos em companheirismo. O Rotary nos ajudou a fazer com que o sonho de paz entre nossos países se tornasse uma realidade."

O presidente indicado, Gary C. K. Huang, disse que a ideia de tratar os outros como gostaríamos de ser tratados é um conceito comum entre culturas e religiões. Rotarianos e esforçam para fazer isso, dando de si antes de pensar em si e estabelecendo bases para a construção da paz.

"Nós construímos a paz mundial começando por nossas comunidades, dentro de nossas zonas, distritos e bairros," disse Huang. "Nós fazemos isso desenvolvendo amizades e cultivando uma mente aberta e espírito acolhedor."

O Rotary no Japão

O Rotary está presente no Japão desde 1920, com a fundação do Rotary Club de Tokyo. Outros clubes como os de Osaka, Kyoto, Yokohama, foram fundados logo em seguida. Hoje em dia, existem cerca de 88.000 associados pertencentes a 2.285 clubes no país.

Em março de 2011, um tsunami devastou grande parte da nação. Rotarianos do mundo todo ajudaram com apoio moral e financeiro, arrecadando mais de US$7,8 milhões para ajudar na recuperação do Japão e Ilhas do Pacífico.

O Rotary tem um compromisso de longa data com a paz. Seus associados têm trabalhado para resolver causas profundas de conflito e violência, como fome, pobreza, doenças e analfabetismo. Há dez anos, o Rotary decidiu tomar uma abordagem direta para promover a compreensão mundial através de futuros líderes, com as ferramentas que eles precisam para "construir a paz" global.

Desde 2002, os Rotary Clubs têm patrocinado anualmente até 110 bolsistas para fazerem mestrado ou receberem certificado de aperfeiçoamento profissional em um dos Centros Rotary pela Paz. Setenta bolsistas já se formaram pelo Centro Rotary pela Paz da International Christian University em Tóquio, e 21 estão atualmente inscritos. Vinte e cinco bolsistas japoneses estudaram em Centros no exterior.

 

Rotary News 

20-May-2013
RSS