Dias Rotários de Saúde da Família ajudam 250.000 pessoas na África

Em 1994, Marion Bunch perdeu seu filho para a aids. Por causa do preconceito que havia contra a doença naquela época, ela não falava sobre a enfermidade de seu filho com ninguém além de sua família.

“Um dia, depois de três anos que meu filho havia morrido, senti alguém me tocar no ombro e ouvi uma voz dizendo: 'Mãe, já se passaram três anos e você não fez nada até agora. É hora de entrar em ação.'”, lembra ela.

Dentro de um ano, Marion falou com seu clube, o Rotary Club de Dunwoody (EUA), sobre uma ideia que teve. Depois, através do Rotary, ela começou a se conectar a líderes comunitários e profissionais que compartilham de sua paixão pela prevenção de doenças, o que deu início ao Grupo Rotarianos em Ação chamado Rotarianos pela Saúde da Família e Combate à Aids.

Em maio, o grupo realizou o terceiro Dia Rotário de Saúde da Família na África, com a participação de rotarianos de 365 clubes da Uganda, Nigéria e África do Sul que ajudaram médicos e agências de saúde a prestarem atendimento médico gratuito a 250.000 pessoas. O evento incluiu vacinação contra a pólio e sarampo, atendimento odontológico e oftalmológico,  aconselhamento para famílias e testes para diagnosticar HIV, diabete, hipertensão, câncer de mama e câncer de colo de útero.

“Só conseguimos beneficiar tantas pessoas graças ao trabalho em equipe dos rotarianos de todos estes países”, diz Marion.

Dois Subsídios Globais da Fundação Rotária financiaram a viagem de equipes de formação profissional à Uganda e mosquiteiros para prevenir a malária na Nigéria. "O sistema de saúde deve se concentrar em prevenir as doenças em vez de tentar curá-las”, disse Dr. Aaron Motsoaledi, ministro da saúde da África do Sul.

A campanha mostra como a colaboração com outras organizações pode ampliar ainda mais o nosso impacto. Desde 2011, o grupo Rotarianos pela Saúde da Família e Combate à Aids criou parcerias com várias organizações, como a Coca-Cola Africa Foundation, que doou US$450.000 para o evento de maio. Outros parceiros incluem o Departamento de Saúde da África do Sul, a Corporação de Radiodifusão da África do Sul, o Centro Norte-americano de Prevenção e Controle de Doenças, Usaid, Delta Airlines e Nampak.  

“Estamos orgulhosos de termos nos emparceirado com o grupo Rotarianos pela Saúde da Família e Combate à Aids e o Departamento de Saúde para fornecer atendimento médico gratuito” disse Therese Gearhart, presidente da Coca-Cola na África do Sul. 

Os líderes do Grupo Rotarianos em Ação esperam ampliar a atividade anual para incluir outros países africanos.

“Nós, rotarianos, servimos como catalisadores deste evento por causa do poder da marca do Rotary e do respeito que o mundo tem por nossa capacidade de mobilizar comunidades e entrar em ação”, explica Marion. “Este evento representa o potencial de parcerias entre os setores público e privado. Nenhuma organização pode realizar um evento tão grande como este sozinha. Cada parceiro tem suas próprias atribuições e responsabilidades, e é por isso que a parceria dá certo.”

Adaptação de um artigo publicado na edição de outubro de 2013 da The Rotarian

2-Dec-2013
RSS