Casal sai de sua zona de conforto para prestar assistência

A young man installs a solar panel on a thatched roof, which when connected to solar lights inside the hut, will extend the villagers’ day by three to four hours.

Sentados em círculo ao pé de uma figueira, junto com homens, mulheres e crianças do vilarejo de Oduworo, na Uganda, os rotarianos Steve e Vicky Wallace conversam com os moradores para descobrir que tipo de ajuda eles precisam. As cerca de mil pessoas que ali estão dizem necessitar de água limpa, melhor alimentação, assistência médica e treinamento profissional, sobretudo para os jovens. 

A jornada que levou Steve e Vicky para Oduworo começou com uma viagem à Nigéria, em 2005, para vacinar crianças contra a pólio. Os dois, associados do Rotary Club de Lake Elsinore, nos EUA, e Doadores Extraordinários da Fundação, raramente viajavam para o exterior, mas a experiência mudou suas vidas. "Nós não estávamos prontos para ver aquela realidade", relembra Vicky. "Vítimas da pólio se arrastando pelo chão, crianças procurando algo para comer no lixo..." Quando voltaram para os Estados Unidos, decidiram reavaliar seu estilo de vida e trabalhar mais em serviços humanitários. 

Dois anos depois, a Comissão de Projetos do distrito convidou o casal para participar de um projeto internacional, com uma condição: eles deveriam escolher um vilarejo que nunca havia recebido ajuda externa. 

Depois de analisarem cinco possíveis projetos em quatro países, o casal viajou para Oduworo, uma comunidade que precisava de muita assistência.

Segundo Vicky, "os moradores estavam doentes, mal nutridos e muito letárgicos". Eles se alimentavam de restos de comida, bebiam água contaminada e não tinham ferramentas para o cultivo de alimentos ou gado. 

Utilizando o conhecimento local

“Vicky e eu estávamos determinados a respeitar e preservar a cultura das pessoas, e a não impor soluções", explica Steve. "Nosso principal objetivo para Oduworo era conseguir uma fonte de água potável, mas precisávamos do consentimento dos anciãos do vilarejo. Então, eu fiz uma proposta: se eles cavassem dez latrinas, nós iríamos fazer a perfuração para dois poços novos." Os anciãos se reuniram por meio dia, voltaram e anunciaram: "Nós aceitamos sua proposta." 

Assim começou a transformação de Oduworo, Com o apoio de Mark Howison, governador do Distrito 5330 em 2007-08, o casal Wallace ajudou a formar um NRDC (Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário) no vilarejo, cujos membros mantêm os rotarianos informados sobre as necessidades locais. 

Os clubes do distrito arrecadaram cerca de US$23.000 para projetos na região, e parte dos fundos foi destinada ao treinamento agrícola. 

Durante o processo, o apoio do Rotary Club de Kampala-West foi essencial. Os associados trabalharam com o Distrito 5330 para obter subsídios da Fundação para projetos hídricos e sanitários, inclusive um que financiou o conserto de nove poços e deu treinamento para os moradores sobre construção de tanques d'água.  

Steve e Vicky vão para Oduworo anualmente. Em 2009, quando chegaram com Howison e sua esposa, Barbara, e os rotarianos Gerry e Paula Porter, mais de 1.500 pessoas apareceram para agradecê-los. E a visita se transformou em festa. Um dos anciãos do vilarejo disse ao casal Wallace que jamais imaginou ver uma celebração como aquela. E acrescentou: "Vocês não nos deram um peixe, vocês nos deram uma vara de pescar. Obrigado." 

Artigo publicado na edição de agosto de 2012 da The Rotarian

6-Aug-2013
RSS