Convenção abre com promessa de doação para eliminar a pólio

RI President Ron Burton gives the keynote address at the opening plenary session on 1 June at the 2014 Rotary Convention in Sydney.
Foto: Rotary International/Alyce Henson
Australian Prime Minister Tony Abbott announces a contribution of $100 million toward polio eradication during the opening session of the 2014 Rotary Convention in Sydney.
Foto: Rotary International/Monika Lozinska

A Convenção Internacional em Sidney começou muito bem, com o governo da Austrália se comprometendo a doar $100 milhões nos próximos cinco anos para ajudar a eliminar a paralisia infantil.

Tony Abbott, primeiro-ministro australiano; e Mike Baird, premiê do Estado de Nova Gales do Sul, confirmaram o compromisso do país ao combate da doença. Abbott tem sido alvo de críticas por conta do orçamento proposto, mas na Convenção ele foi aplaudido de pé. "Obrigado, mas não é o governo que deve ser aplaudido. São vocês quem merecem palmas pelo trabalho que fazem."

Antes de seu discurso, Abbott teve uma reunião com o presidente Ron Burton do RI, o secretário-geral John Hewko, e outros líderes da nossa organização, que lhe pediram encarecidamente o apoio contínuo da Austrália à causa, principalmente nos países endêmicos. O primeiro-ministro foi bastante receptivo e disse ser totalmente a favor de abrir caminhos que conduzam a um mundo mais saudável.

Em seu discurso, Ron Burton foi enfático ao falar sobre a dificuldade do Rotary de conseguir um retorno justo do investimento que faz nos programas Intercâmbio de Jovens, RYLA, Rotaract e Interact. "Nosso fracasso nesta área deve-se somente a nós mesmos. Temos que atrair estes jovens aos Rotary Clubs antes de perdê-los. Cabe a nós fazermos o futuro do Rotary." O presidente concluiu parabenizando todos os rotarianos pelo magnífico trabalho para eliminar a pólio na Índia.

Tara Pullen, do Rotaract Club de Gunargarang, Austrália, gostou muito do discurso. "As palavras do presidente Burton me inspiraram. Tem vezes que o stress é grande demais, mas temos sempre que repensar nossas prioridades." Donald Young, do Rotary Club de Cromwell, Nova Zelândia, gostou da sinceridade do nosso presidente. "Acho que todos nós sabemos do problema que temos com um quadro associativo estagnado. Fiquei contente de ouvir o presidente falar tão abertamente sobre onde nos encontramos e o que devemos fazer para prosperar."

Muitos participantes expressaram seu contentamento com o anúncio da doação do governo australiano. "Fiquei emocionado quando ouvi que o governo encaminhará este dinheiro todo para combater a paralisia infantil", disse Bernd Egger, do Rotary Club de Halberstatd, Alemanha.

O quarteto pop australiano Human Nature, que se apresenta em Las Vegas, garantiu o entretenimento do evento. A plenária de abertura foi encerrada com a apresentação das 213 bandeiras que compõem o mundo rotário. Por sinal, Mianmar foi acolhido como o mais novo país rotário.

Rotary News

1-Jun-2014
RSS